terça-feira, 16 de outubro de 2007

O Dualib do rádio

Ouço sempre o programa Papo de Craque, na rádio Transamérica, e gosto muito dos comentários do Neto, do Oscar Roberto Godoy, do Henrique Guilherme (quase meu xará) e do Éder Luis. Mas convenhamos, aguentar o José Kalil e o Roberto Carmona é foda.

O Kalil é um santista roxo. É aquele com cara de retardado que transmite a série B do campeonato brasileiro.

Já o Carmona é o Dualib do rádio. Com todo respeito aos senhores da terceira idade, ele é um velho gaga, que um dia já entendeu de futebol. Daqueles que sobrevivem graças ao passado, e aos contatos que fez na época que ainda não tinha surtado.

Por falar no programa da rádio paulistana, haja paciência quando o break é chamado. Você pode mudar de rádio, fazer aquela ligação importante que você sabe que vai demorar, pode até parar e ir no banheiro. É claro que ter patrocinadores é fundamental para a sobrevivência de qualquer programa, mas convenhamos, enche o saco. Uns 5, 6 minutos de comercial. E uns 5 breaks por programa.

Mas tirando o Kalil, o Dualib do rádio e os breaks exagerados, o programa é muito bom!

Link externo: Rádio Transamérica.