quinta-feira, 2 de agosto de 2007

REDE GLOBO TREME (continuação)

* Antes de ler esse post, recomendo ler o anterior (REDE GLOBO TREME - VIVA A INTERNET).

Conversando com amigos meus da área fiscal do grupo onde trabalho, fiquei sabendo que, se realmente isso ocorre, é absolutamente legal.

Mas o fato de ser legal não quer dizer que é moral.

Se realmente for verdade, é uma jogada e tanto dos "contadores" da Rede Globo. Seria mais ou menos como o caso do Laulau. Ele pode cumprir a pena em liberdade? Pode! Afinal, está na lei. Logo, é legal. Mas é moral? Tire suas próprias conclusões.

Então, tudo certo, certo?

Errado! Pois se isso realmente ocorre (a Globo declarar como doação o resultado da campanha do Criança Esperança) está configurado, no mínimo, um grande mal entendido.

Agora pouco eu vi a propaganda do Criança Esperança e o Fábio Assunção foi claro em afirmar: "Suas doações vão direto para a Unicef". Logo, se nossas doações vão direto para a Unicef, a doação não é da Globo, e sim "de quem doa".